Destaque

O menino da lista de Schindler (Leon Leyson, Elisabeth B. Leyson e Marilyn J. Harran)

DSC00075

Já comentei algumas vezes aqui no blog que me interesso muito pela 2ª Guerra Mundial, e principalmente sobre a história de pessoas que viveram na época. Acho inspirador a força que essas pessoas tiveram, a situação que suportaram,o fato de continuarem tendo esperança e fazendo coisas incríveis mesmo quando estavam usando suas últimas forças. Por gostar do tema procuro livros que contam essas histórias, e apesar de não ter lido muitos até agora, estou procurando aumentar essa lista, tanto que li O garoto da lista de Schindler e vim falar um pouco dele aqui.

DSC00078

Em O garoto da lista de Schindler nós conheceremos o relato real de Leon Leyson que na época tinha 10 anos e morava com sua mãe e seus quatro irmãos, já que o pai para oferecer uma vida melhor a família, trabalhava e morava na Cracóvia. As condições melhoraram  e todos foram morar na Cracóvia, mas para a infelicidade da família a Polônia foi invadida em 1939 pelo exército Alemão. O que estava acontecendo? A 2ª Guerra Mundial.

Com o passar do tempo a situação só piorava. Foram transferidos para o gueto (bairro onde passaram a morar somente judeus), já não tinham a mesma liberdade e tudo foi ficando cada vez pior, até o ponto de terem que ir para um campo de concentração, onde a situação era precária.

Na época um alemão chamado Oskar Schindler estava empregando judeus para trabalhar em uma de suas fábricas. Oskar estava sempre tentado ajudar esses judeus, protegendo-os e tratando eles como pessoas normais, o que na época não acontecia. Entre os judeus que tralharam e foram salvos por Schindler estava Leon, e é essa história que conheceremos. Como Schindler os salvou, os momentos que Leon passou juntamente com a família e todas as dificuldades que enfrentou até alcançar a sonhada liberdade.

DSC00079
No final do livro encontramos imagens de Leyson, sua família, etc.

Sempre me emociono com livros do gênero, nem sempre choro mas é algo que me deixa pensativa, imaginando toda a dor da época. Com esse não foi diferente, principalmente porque na época Leon era uma criança e estava lidando com essa brusca mudança na sua vida, sua família sendo separada, praticamente não tendo o que comer, tendo que trabalhar para se manter vivo. É algo forte, principalmente quando se trata de uma criança que deveria estar vivendo sua infância.

DSC00076

Essa foi a primeira vez que fiz marcações em um livro, porque quando li eu senti que precisava ler aquelas frases novamente quando pegasse o livro, eu precisava lembrar. Sinceramente, acho que vou passar a fazer marcações em todos os livros, porque é ótimo relembrar aquela parte da história, uma frase…

Achei um ótimo relato, um livro emocionante. ótimo tanto para quem se interessa pelo tema quanto para os que só estão à procura de um bom livro para ler.

DSC00077
“Eles tão exuberantes, tão cheios de vida, e eu, a poucos metros de distância, exausto e deprimido, lutando para sobreviver por mais um dia.”

Destaque

Ed Sheeran: Uma jornada visual

DSC00050

Uma resenha? Sim, uma resenha por aqui haha. Cheguei da viagem sábado mas só agora estou em casa mesmo. Confesso que não andei lendo muito nesses últimos tempos, e com essa viagem bagunçou ainda mais minhas leituras, mas consegui concluir um livro e por isso já vim falar dele por aqui.

DSC00049

Como já falei outras vezes aqui no blog, sou uma grande fã do cantor Ed Sheeran, e a muito tempo estava com vontade de ler o livro escrito por ele, mas a tradução do mesmo só foi lançada aqui no Brasil em novembro do ano passado, e eu só consigo a minha amada e preciosa cópia esse mês.

Hoje Ed Sheeran é um sucesso mundial, inspiração para muitos artistas que estão começando e para os fãs, mas obviamente nem sempre foi assim, para alcançar o sucesso atual, foi preciso passar por muitos momentos, trabalhar muito para alcançar esse sonho, ouvir aqueles “não” que são cruéis e desestimulantes…

DSC00055

Se você acha que esse é um livro onde saberemos tudo sobre a vida pessoal de Ed Sheeran, está muito enganado, o foco  do livro é a carreira do cantor, sua jornada que começou ainda na infância, onde a música já fazia parte da sua vida, até o momento em que Ed consegue se tornar uma grande influência no meio musical. Claro que saberemos um detalhe ou outro envolvendo a vida pessoal dele, mas o fato sempre estará ligado a sua trajetória.

Na minha opinião se esse fosse um livro onde falasse apenas da vida pessoal do Ed, eu ainda gostaria sim do livro, mas acho que não tanto como gostei com ele falando de sua carreira, porque é algo que realmente te da ânimo para correr atrás dos seus sonhos e buscar aquilo que você quer, até porque Ed deixou de uma pessoa que dormia no sofá dos amigos e as vezes até mesmo no metrô de Londres para ser umas das celebridades com menos de 30 anos mais bem pagas do mundo, mesmo sendo um cantor solo que faz suas apresentações acompanhado apenas de um violão.

DSC00052DSC00054

Durante a leitura, encontraremos diversas fotografias e ilustrações do cantor, todas feitas pelo seu amigo de longa data, o artista Phillip Butah, que ilustrou cd’s e EP’s do cantor. Isso com certeza deixa a leitura mais empolgante, assim podemos ver o momento relatado no livro e no situarmos mais no momento.

Esse se tornou um dos meu livros favoritos, não só por ser fã do Ed Sheeran, mas sim por toda inspiração que o livro me passou. Com certeza, Ed Sheeran: Uma jornada visual, não é um livro apenas para os fãs, acho uma leitura válida para todos, até porque, como eu já disse, não é um livro para falar da vida de Ed Sheeran, mas foi um livro feito para que nós possamos ver que qualquer pode alcançar seus sonhos, que mesmo quando parece que devemos desistir, porque não está dando certo mesmo, talvez seja o momento de insistir mais ainda, quem sabe as melhores oportunidades estão chegando…

DSC00053

Destaque

Fangirl (Rainbow Rowell)

Mas dessa vez eu sumi mesmo em? Eu sei que já tá bem chato e repetitivo essa coisa de chegar aqui e pedir desculpas por ter sumido, mas sempre que eu penso que o problema foi resolvido aparece outra coisa haha. Pra quem não sabe eu estou no último ano do Ensino Fundamental, todos os professores estão ensinando conteúdos que servirão de “base” para o Ensino Médio, como são assuntos novos e com um grau de dificuldade bem diferente do que eu estava acostumada estou tendo dificuldades em algumas matérias e dedicando praticamente todo o meu tempo aos estudos para futuramente não ter dificuldades, fora outras coisas do dia a dia que temos que fazer. Se eu pudesse com certeza todos os dias faria um post novo aqui no blog, mas realmente não da, por isso passei tanto tempo fora. Com isso eu acabo não pensando no blog (por falta de tempo e não por ele não ter importância) e não pensando em posts pra fazer, estou bem sem ideia e tempo, então não vou nem dizer que os posts voltarão ao normal, mesmo assim me desculpem de novo.

Como eu já escrevi bastante não quero fazer uma resenha gigante pra não ficar chato ou cansativo, vou tentar ser rápida ok?

DSC07468

Esse mês eu li (finalmente) o livro Fangirl escrito pela Rainbow. Nesse livro nós conheceremos Cath que não é  o tipo de pessoa que faz amigos rapidamente ou sai falando com todo mundo porque tem facilidade pra fazer isso. Ela é fã da série de livros Simon Snow (uma espécie de Harry Potter criado pela Rainbow), tem vários posts e roupas da série e inclusive escreve uma famosa fanfic. Cath tem uma irmã gêmea, Wren, as duas são opostas (Wren gosta de sair, se divertir…) mas muito unidas, porém agora uma nova fase da vida das duas chegou: a faculdade. Cath quer dividir o quarto com a irmã, afinal ela é bem dependente, já Wren quer conhecer pessoas, ter novas experiências, e por isso opta por ter outra colega de quarto.

De forma resumida, nós veremos como Cath vai lidar com essa nova fase da sua vida onde tudo é tão diferente e desafiador, fora que surpresas a aguardam.

Muita gente fala bem desse livro e bom… depois que eu li passei a fazer parte desse grupo hahaha. O livro é muito divertido, bem descontraído nas situações, diálogos e etc. É uma leitura rápido por ser envolvente, pode até não despertar uma curiosidade tão grande no leitor, mas é algo tão leve e descontraído que você vai lendo várias páginas sem se dar conta. Claro que não há só humor, também tem acontecimentos mais sérios e pelo menos eu senti muita vontade de entrar no livro e ajudar (ou pelo menos tentar) a Cath.

Gostei muito da forma como o romance aconteceu e foi se desenvolvendo. Não foi algo logo de cara nem muito lento, achei tudo bem natural.

Algo que me incomodou foi que no ínicio de cada capitulo há um trecho de um dos livros da série Simon Snow ou então o trecho de uma fanfic escrita por Cath. Todas as vezes que eu lia esses trechos nos inicios dos capitulos era como se eu estivesse perdendo meu tempo de leitura, e vou admitir que quando cheguei na metade do livro parei de ler esses trechos, até porque eles não influenciam na história.

Esse foi mais um livro onde eu me apeguei aos personagens tanto que quando o livro acabou fiquei com saudades hahaha.

Enfim, gostei muito do livro (muito mesmo), dei cinco estrelas ^-^. Me desculpem se a resenha não ficou boa ou faltou algo, inclusive fotos durante o post, mas eu estou bem ocupada e com o tempo regrado haha. Me desculpem mais uma vez e vou tentar mesmo não passar taaannto tempo fora, mas também não prometo posts frequentes, infelizmente.

Me contem o que acharam da resenha (por favor).

Destaque

Resenha: Feita de letra e música

DSC07021[1]

Feita de letra e música é o que Lívia é. Uma adolescente que respira música e ama escrever, tanto que criou um blog chamada Believe, o seu refúgio para desabafos, onde ela ajuda outras centenas de pessoas.  Mas ninguém sabe quem é a Garota Believe, já que Lívia nunca gostou da sensação de ser o centro das atenções, por isso o Believe é simplesmente um blog incrivelmente famoso, porém anônimo.

Filha de pais separados e morando com a mãe, ela entra em uma fase da vida cheia de problemas. Os problemas são muitos, mas o que mais a preocupa é o desaparecimento do seu caderno. Lívia guarda todas as informações do seu blog (textos, senhas, letras de músicas e etc) em um caderno que ela protege como a sua própria vida, mas no aniversário de 15 anos de sua meia-irmã ela acaba perdendo esse caderno. A situação chegará a um ponto em que como a própria sinopse diz: ela terá que escolher entre o homem que ama e os seus sonhos.

DSC07024[1]

Feita de letra e música é o tipo de livro que me deixou com um sentimento de amor e ódio. Ainda nos agradecimentos do livro a autora Adrielli Almeida escreve: “A Paula Pimenta, que escreveu seu conto Princesa Pop e foi o pontapé inicial para esta história”. Ao ler isso é perceptível que a autora se inspirou um pouco no conto princesa pop, recentemente lançado em um volume único como Cinderela Pop, porém achei a semelhança muito forte no inicio do livro, não vai ser algo idêntico, mas é como se estivéssemos lendo uma parte de Cinderela Pop com outras palavras e situação um pouco diferente, no inicio do livro, isso foi algo que me incomodou e já desestimulou a leitura.

Nesse livro teremos um romance, que foi o que mais me incomodou e me deixou com vontade de abandona-lo, porque a Lívia passava o tempo inteiro falando o quanto ele era perfeito, o quanto os olhos dele eram bonitos, o quanto ele era forte… Na minha opinião, isso acabou deixando a personagem um pouco irritante e infantil.

DSC07028[1]

Você devem estar se perguntando onde está o amor que eu disse existir por esse livro hahaha. O final me fez gostar do livro, porque a autora fez algo que ninguém esperava, foi um grande susto quando li, tanto que voltei para ver se estava certo e depois senti meu coração ser jogado fora como um produto qualquer. Por ter sido surpreendida, eu acabei gostando disso, já que durante o livro inteiro tive momentos de grande raiva, outros em que eu queria ler sem parar, e fiquei esperando um final que não aconteceu. Não sei explicar o porque, mas gostei da sensação de ter um final inesperado.

Feita de letra e música, é um livro que desperta amor e depois raiva e depois amor de novo e assim vai haha. Acho que alguns aspectos do livro poderiam sim ter sido melhor, mas o final foi ótimo, apesar de ter acabado comigo.


DSC07029[1]

Lembrando que essa é a minha opinião, ou seja, eu não gostei tanto, mas talvez você leia e ache que é o melhor livro da sua vida, por isso não recomendo que você desista da leitura, por conta de algo que eu disse aqui ok?

Untitled

Destaque

Resenha: Cinderela Pop

DSC00186[1]

Nesse livro nós conheceremos Cíntia, uma Cinderela da atualidade que é filha de pais separados e vive com sua tia, já que a mãe por conta do trabalho está em uma longa viajem no Japão. Como uma Cinderela, ela também tem uma madrasta do tipo cínica, realmente do jeito que já conhecemos no clássico conto de fadas.

Cíntia guarda um segredo que só sua melhor amiga e sua tia conhecem. Ela trabalha como Dj durante a noite, e esse trabalho pode acabar, já que ela foi contratada sem saber para tocar na festa de aniversário de 15 anos das enteadas gêmeas de seu pai, que não aprova que a filha menor de idade trabalhe, quanto mais durante a noite em festas.

Com um jeitinho ela juntamente com sua tia, encontra uma solução para ir a festa e tocar sem que seu pai saiba de nada. Nessa festa o famoso cantor adolescente Fredy Prince irá se apresentar, porém os dois acabam se conhecendo, fato que despertará não só uma paixão, mas também problemas.

Quando decidi ler Cinderela pop eu o escolhi porque as minhas últimas duas leituras me passaram uma mensagem forte, causando um certo impacto, então queria algo mais leve. Apesar de ser sim uma história mais bonitinha, é um livro que te deixa aflito por conta do romance que passa por tantas intervenções.

É uma leitura muito rápida, consegui ler em algumas horas. Mas ele não se torna uma leitura rápida por conta da quantidade de páginas que o livro tem, mas sim porque você sente a necessidade de saber logo no que tudo aquilo vai dar. A leitura vai fluindo de uma forma tão natural e boa que nem percebi que já tinha acabado.

É um romance daqueles que você derrete de amores pelo casal haha. Um livro para relaxar e ao mesmo tempo ficar preocupado, mas ainda assim e uma leitura leve que é ótima quando você quer ler algo para descontrair como foi o meu caso.

Gostei muito dessa primeira experiência com a Paula Pimenta e não vejo a hora de ler outro livro da autora.

Untitled

Destaque

Resenha: A mais pura verdade

DSC00177[1]

Um livro que contém aventura, conflito interno, amizade e amor incondicional. Uma mensagem é passada para cada leitor através da história de Mark, um garoto de doze anos que odeia o tempo, odeia o fato de que a cada milésimo o câncer destrói um pedaço de seu organismo, um pedaço do seu futuro, dos seus sonhos.

DSC00182[1]

Quando a doença volta a agir no corpo de Mark, ele toma uma decisão. Irá vive sua última aventura, irá realizar seu sonho, ele tentará chegar ao topo do Monte Rainier. Para embarcar nessa jornada ele fugirá de casa, levando sua máquina fotográfica, uma mochila com alguns suprimentos, e como ele diz: o melhor cachorro do mundo.

DSC00179[1]

Esse livro recebeu muitas críticas positivas, mas mesmo assim não esperava um livro tão bom. É o tipo de livro que te passa uma mensagem de coragem, amor, amizade. Tudo se torna algo mais emocionante, porque passamos a conhecer um pouco dos medos e aflições de uma pessoa com câncer, um garoto de doze anos com câncer.

Sinceramente não sei bem o que dizer desse livro. Ele é maravilhoso, cada palavra te deixa mais pensativo. As dificuldades que Mark enfrenta no decorrer da viagem assim como todo o livro do inicio ao fim te fazem pesar, pensar sobre como ainda existem pessoas boas, em como o mundo é perigoso, no quanto a família e amigos são importantes.

DSC00183[1]

Eu simplesmente me encantei muito pelo livro, me fez refletir sobre diversos assuntos. Me desculpem se a resenha não ficou tão boa, mas sabe aquele livro que você lê e não sabe explicar direito o que sentiu? Foi o que aconteceu comigo, simplesmente me tocou de forma profunda.

Resenha: A menina que colecionava borboletas

DSC06860[1]

Depois de tanto ouvir falar dos livros da Bruna Vieira do famoso blog Depois dos Quinze, eu finalmente resolvi ler um dos livros escritos por ela e hoje vou contar o que achei.

DSC06858[1]

A menina que colecionava borboletas é um livro de crônicas que tem como tema principal o amor, paixões que acabaram e que ainda estão florescendo, fim de relacionamento e ainda encontraremos aquelas que falarão sobre a aceitação de si mesma.

DSC06850[1]

Através dos posts é perceptível que a blogueira tem uma ótima escrita, e o mesmo acontece no livro, na verdade é até melhor. As crônicas tem uma mistura de algo profundo e cativante, a maneira que ela escreve é ótima, sempre que terminava uma crônica já queria começar a ler outra, pois são muito boas, algo que você quer ficar tendo um contato.

DSC06851[1] DSC06852[1]

Os romances, as paixões, decepções e outros te deixam triste, fazendo com que você tenha uma ideia pelo que a pessoa do texto está passando e quando em um deles alguém se apaixona você fica feliz também, é algo que você se envolve, pois durante o livro inteiro é como se a Bruna estivesse conversando com você através de cada história.

Algo que também foi muito bom é que tinha sim textos onde a personagem parecia só respirar por conta do seu amor, mas também há aqueles que a escritora nos apresenta uma mulher independente que não liga para o que os outros falam, tudo passa e novas história surgem.

DSC06853[1] DSC06854[1] DSC06857[1]

O livro contém ilustrações lindas que tornam a leitura algo mais confortável ainda, e fizeram toda a diferença já que elas são relacionadas aos textos.

Sabe aquele livro que merece toda a propaganda que recebe? Esse é o caso de A menina que colecionava borboletas. Minha dica é que olhem no final do livro a lista de músicas que tem para você ouvir enquanto lê as crônicas, infelizmente eu só vi essa lista quando terminei a leitura então não pude conhecer a sensação. É só olhar nas páginas 150 e 151  e ver as músicas que a Bruna indicou para se ouvir durante a leitura.

DSC06849[1]

Gostei muito do livro e com certeza dei cinco estrelas e o coloquei na minha lista de favoritos, já quero inclusive ler os outros livros escritos pela Bruna.

                                                                     ♥

Acompanhe as redes sociais do blog

 Facebook Instagram ♥

Sem título